Crespos

Cabelos crespos são mais frágeis do que se pensa, eles costumam perder óleo e água com mais facilidade, por isso é essencial conhecer a maneira certa de lavar, cuidar e tratar dos fios. Entenda melhor sobre o assunto.

Os cabelos crespos, ou de curvatura tipo 4, são aqueles com os cachos mais apertadinhos, que começam a surgir na raiz. As mulheres crespas sabem que nem sempre é fácil cuidar desse tipo de cabelo que possui algumas singularidades, como o ressecamento.

Mas, o que muitas pessoas não sabem, é que essas questões podem ser facilmente resolvidas, oferecendo exatamente o que o cabelo precisa. Por isso, entender a estrutura desse fio e suas características é indispensável para manter um crespo com muito mais beleza e atitude.

Crespos tipo 4: principais características

O crespo tipo 4 é o que possui a maior curvatura. Ao contrário do que algumas pessoas imaginam, esse tipo de cabelo costuma ser mais fino e delicado, além de absorver bem a água e ser mais macio.

Outra característica do tipo 4 é o grau de reflexão da luz. Como os cachinhos são mais apertados, a superfície para que a luz reflita é menor. Isso faz com que esse cabelo tenha menos brilho do que os demais – independentemente da sua rotina de cuidados.

Além disso, com a curvatura maior, a oleosidade natural tende a ter mais dificuldade para se espalhar por toda a extensão do fio, o que pode favorecer ao ressecamento.

Assim como os ondulados e cacheados, os crespos também possuem subtipos.

4A – É um cabelo com a raiz mais volumosa e os cachos bem fechados, definidos e estruturados. Esse tipo de fio tende a parecer um pouco mais ressecado.

4B – Os cachos são ainda menores e quase imperceptíveis. Esse é um cabelo que apresenta muito volume e uma tendência grande ao frizz.

4C – É o “black power” tradicional. Aqui, os cachos não têm definição e alguns podem ter um padrão em formato de “Z”. Esse é o cabelo que mais sofre com o encolhimento e é o mais frágil de todos, por ser mais fino e ressecado, o que facilita as quebras. Por isso, quem tem um 4C precisa ficar de olho nos cuidados.

Dicas e cuidados com os crespos

Já identificou qual é o seu tipo de cabelo? Então veja algumas dicas importantes que separamos para manter os seus crespos sempre lindos e saudáveis!

Lavagem

Como dissemos, os cabelos com curvatura tipo 4 tendem a sofrer muito com o ressecamento. Por isso, tome cuidado com a escolha dos shampoos, preferindo aqueles com um poder maior de hidratação que costumam ser perolados, cremosos e pesados.

Outra possibilidade é investir na técnica de menos ou nenhum sulfato, como o cowash. O sulfato é uma substância presente na maioria dos shampoos e que causa extremo ressecamento. Os produtos liberados para essa técnica contam com pouco ou nenhum sulfato e, portanto, agridem menos os fios crespos, mantendo a oleosidade natural.

Vale também investir em um pré-shampoo, visando proteger os fios antes de aplicar substâncias mais agressivas, como o sulfato.

Você pode usar tanto cremes específicos e liberados para essa finalidade, como óleos capilares, como o de coco, dando uma ênfase maior nas pontas (que são as que mais sofrem com o ressecamento).

Tratamentos

Os crespos tipo 4 são cabelos extremamente sensíveis e frágeis, sobretudo o 4C. Por isso, investir em uma rotina de tratamento, como o cronograma capilar, é muito importante.

A hidratação é indispensável, já que esse fio tende a ressecar com mais facilidade. Além disso, sem água suficiente, nenhum outro tratamento consegue render bons resultados. Por isso, invista em produtos mais hidratantes e em máscaras pelo menos 2 vezes por semana.

Lembre-se de intercalar a hidratação com a nutrição e a reconstrução, que são etapas fundamentais para os crespos. A nutrição pode ser feita com óleos, por meio da técnica da umectação, ou com máscaras que contam com esses itens na sua formulação.

Já a reconstrução usa produtos à base de queratina, proteínas, aminoácidos e colágeno.

Finalização

A finalização e o day after costumam deixar muitas crespas preocupadas, principalmente com as “falsas caspas”. Para evitar esse problema, fique de olho na quantidade de creme que você usa, porque se colocar demais, pode dar essa impressão.

Outra dica é sempre “enluvar” os fios, ou seja, aplicar de forma adequada, espalhando o creme em todo o comprimento do fio. Você também poderá aplicar um óleo vegetal antes de usar os cremes ou ativadores de cachos, reduzindo esse efeito.

A falta de definição é outra queixa de quem tem os cabelos crespos. Mas aqui é importante entender que alguns tipos de curvatura tipo 4 não formam cachos, como é o caso do 4C, que é um cabelo mais frisado. As demais curvaturas tipo 4 podem se favorecer com a fitagem, principalmente a estruturada, ou os twists.

A escolha do produto também interfere no resultado. A dica é sempre optar pelos indicados para os crespos e que contenham mais óleo na composição.

#DicaYamá

E como dica para você manter os seus fios crespos saudáveis e fortes, nós separamos os queridinhos perfeitos dessa curvatura:

  • Para lavar suavemente os fios e couro cabeludo você pode escolher entre adotar a técnica do CoWash, ou usar um shampoo com menos sulfato como o nosso Yamasterol Less Poo.
CoWash
Shampoo Less Poo
  • Para condicionar e finalizar, sugerimos o nosso Douradinho (Yamasterol Argan) que repõe os óleos perdidos pelo fio, nutrindo e hidratando na medida certa e sem pesar.
Yamasterol Argan
(Douradinho)
  • e para preparar os fios para lavagem, o clássico amarelinho é perfeito para pré-poo e também pode ser usado para condicionar os fios depois da lavagem:
Yamasterol Babosa (Amarelinho)

E, então, você sabia sobre todas essas características dos crespos de curvatura tipo 4? Gostou das nossas dicas? Aproveite e compartilhe este conteúdo com as suas amigas!


Compartilhe: