Skip to content

O impacto dos cuidados caseiros nos lançamentos de 2021

Por Fábio Yamamora, CEO da Yamá Cosméticos

De acordo com pesquisa realizada pelo site “All Things Hair”, 31% dos entrevistados investiram em tratamentos capilares caseiros durante a pandemia. Desde a tradicional hidratação com Yamasterol, os tratamentos noturnos ou até mesmo o retoque da coloração – o fato é que o isolamento social incentivou os cuidados em casa. O fenômeno faz parte de uma tendência que vem ganhando força e moldando os lançamentos da indústria de hair care, skin care & nail care: o spa caseiro.

Apenas o fechamento temporário dos salões não foi suficiente para explicar este comportamento. É importante prestar atenção em uma soma de fatores, como a diminuição do poder de compra, o avanço da tecnologia dos produtos, a popularização das redes sociais e, sobretudo, a busca por um momento de bem-estar através de hobbies no isolamento. Enquanto algumas pessoas aprenderam a fazer pão e outras a plantar a própria horta durante a pandemia, muitas passaram a se dedicar às rotinas de cuidados com o corpo, pele e cabelos, até como forma de relaxamento.

O que muda na indústria da beleza? Pela primeira vez, o interesse crescente em formulações e princípios ativos gerou um novo público: os consumidores-especialistas. Ou seja, consumidores que, mesmo sem formação profissional, se interessam e pesquisam sobre matéria-prima, fórmulas, entre outros. Com isso, se antes o mais atrativo era evidenciar o resultado final – brilho, hidratação, maciez -, agora é interessante compartilhar também o percurso laboratorial, as inovações tecnológicas e as especificidades da formulação.

Outro detalhe é a preocupação em trabalhar junto aos profissionais cabeleireiros em diferentes níveis. O primeiro é proporcionar linhas profissionais que integram produtos de manutenção e tratamento em casa que, além de proporcionar um aumento da receita, é um importante atrativo para fidelizar os clientes do salão e também da marca. Em segundo, é entender que este cliente busca informação, treinamento e até mesmo recomendações de uso pela internet e, sem um porta-voz qualificado, qualquer marca fica vulnerável às informações sem respaldo técnico.

A experiência de bem-estar também deve ser observada. O uso precisa ser um momento agradável da rotina – seja pela textura, fragrância ou outros detalhes que valorizam o produto. Além disso, é preciso se atentar que esse novo consumidor está sempre em busca de novidades e, por isso, quanto mais possibilidades em uma mesma formulação, melhor.

Para citar um exemplo próximo, o Yamasterol é um creme multifuncional que há 53 anos se adapta a diferentes usos e tendências. Muitas pessoas o usam como leave-in ou condicionador, mas também como Co-Wash, Pré-Shampoo, Hidratação Noturna, entre outras rotinas que ocasionalmente viralizaram entre os consumidores. Apesar das mudanças, neste e em qualquer outro mercado, a adaptação é a chave da longevidade.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp