Skip to content

O envelhecimento da população e novas tendências de mercado

Por Fábio Yamamora, CEO da Yamá Cosméticos

A população brasileira está em trajetória de envelhecimento. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que até 2060 1 a cada 4 brasileiros será idoso – ou seja, 25,5% da população. De acordo com a pesquisa, a parcela de pessoas com mais de 65 anos alcançará 15% da população já em 2034, ultrapassando a barreira de 20% em 2046.

Essa projeção indica um novo cenário de consumo para as próximas décadas no Brasil e no mundo. De acordo com a pesquisa Cosmetics Products Market 2021, o envelhecimento da população será o principal motor para a indústria da beleza globalmente. Em 2050, a população mundial com mais de 60 anos deverá atingir 2,09 bilhões.

Esqueça a imagem de simpáticos idosos tricotando ou sentados em frente à TV. O estudo prevê que a expectativa de vida das mulheres seja 86,3 anos em 2050, já para os homens de 83,6 anos – e isso sem abrir mão das atividades sociais, de lazer e até mesmo da vida profissional. Por isso, o papel da indústria de cosméticos será o de ajudar com que o corpo, os cabelos, a pele, acompanhar a vitalidade desse público.

Do ponto de vista cosmético, encontramos uma forte demanda por produtos antioxidantes e antienvelhecimento, além de soluções para tratar e prevenir algumas mudanças naturais da idade, mas que podem evitadas ou, ao menos, atrasadas – como a pele mais seca, a queda ou enfraquecimento dos cabelos, entre outros efeitos que estão impulsionando as novas descobertas da indústria.

Para o setor de Hair Care, os segmentos mais explorados serão: coloração e tratamento. Por um lado, será importante oferecer colorações específicas para a cobertura total de fios brancos. Por outro lado, é uma demanda crescente o desenvolvimento de tratamentos e produtos para evidenciar a beleza dos fios grisalhos – com matizantes, shampoos, condicionadores e finalizadores.

Contudo, independente do segmento da Indústria da Beleza, a proporção entre pessoas acima de 60 anos e produtos cosméticos está aumentando. Dessa maneira, precisamos ressignificar o que acreditávamos ser a 3ª Idade para atender às demandas específicas desse público consumidor cheio de energia e pronto para investir em fórmulas que agreguem bem-estar nessa que poderá ser a melhor fase da vida.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp