Pintar os cabelos em casa

11 dicas para arrasar no resultado!

Pintar os cabelos em casa pode ser uma missão bem complicada para algumas mulheres. Afinal, existem “truques” que ajudam a tornar o processo mais simples e evitam questões como manchas na pele e no cabelo, tom pouco uniforme ou cobertura inadequada.

Se você tem o hábito de colorir os fios em casa, veja as dicas que separamos e consiga um resultado ainda mais incrível!

1. Escolha a cor certa

O primeiro passo é comprar o kit certo para as suas necessidades. Sabe aquela cor que vem estampada na caixinha? Geralmente ela não é condizente com a realidade ou com o que ficará no seu fio.

Um ponto importante aqui é destacar que tintura não clareia tintura. Ou seja, se você tem os cabelos pretos dificilmente conseguirá um tom dourado, por exemplo, sem usar água oxigenada (e esse processo de descoloração é bem mais complicado, por isso deve ser feito em salão).

Se você está em dúvida em relação a cor escolhida, aplique um pouquinho do produto apenas em uma mecha antes de pintar todo o cabelo.

2. Saiba a diferença entre coloração e tonalizante

Outro ponto que você deve prestar atenção é se o kit escolhido é de tinta (coloração) ou de tonalizante. Apesar de parecerem iguais, eles são bem diferentes.

Os tonalizantes, geralmente, não têm uma duração muito alta e costumam sair com a lavagem. São indicados para pessoas que querem uma cobertura leve, testar uma nova cor antes de investir na tintura ou dar um banho de brilho para reavivar a cor.

Já a tintura é a que possui uma fixação mais longa e também é mais indicada para quem deseja cobrir os fios brancos. A coloração é permanente e não sairá com as lavagens (apenas desbotará).

3. Faça o teste de sensibilidade

Muitas pessoas pulam essa etapa achando que ela não é importante. Mas saiba que as alergias podem acontecer com qualquer produto – e não é porque você nunca teve alergia a determinada tintura que não poderá desenvolvê-la.

Então, SEMPRE faça o teste de sensibilidade antes de pintar os cabelos em casa. Também chamado de teste de toque, ele deve ser feito cerca de 48 horas antes de colorir os fios.

Basta, com a ajuda de um cotonete, passar um pouco do creme colorante atrás da orelha. Deixe secar e repita o processo mais duas vezes. Não lave e nem toque no local e observe a reação da pele nas próximas horas. Se o local não ficar avermelhado, coçando ou com bolhas, é sinal que você pode aplicar a tinta sem medo de alergia.

4. Cuidado com a pele para evitar manchas

Nada pior do que ficar com a testa ou as orelhas manchadas de tinta, não é mesmo? A melhor maneira de evitar isso é protegendo a pele, com gel ou silicone. Para as orelhas, você pode comprar protetores específicos.

Mas, se mesmo assim, você derramar tinta enquanto estiver pintando, lembre-se de limpar logo a mancha, com um pedaço de algodão molhado em água morna. Se a tinta já tiver manchado a pele, aplique um pouco de óleo de coco ou vinagre.

5. Use a quantidade certa

Na hora de comprar a tinta, garanta que a quantidade é suficiente para o seu cabelo. Ou você poderá ficar com metade dos fios de uma cor e metade de outra!

Se você for só fazer um retoque de raiz, uma caixinha poderá ser suficiente. Já para mudar completamente o visual, normalmente terá que usar mais de uma caixa.

Quem tem fios curtos ou pouco, pode usar apenas uma caixa. Já para cabelos médios e longos, a quantidade poderá variar de 2 a 4 caixas, dependendo do volume dos cabelos.

6. Siga as orientações do fabricante

Cada kit de coloração poderá ter orientações diferentes. Então, deixe a preguiça de lado e leia as orientações que o fabricante oferece, se atentando, especialmente, ao tempo de pausa do produto e as formas de misturar e aplicar nos fios.

Infelizmente, muitos dos erros na hora de pintar os cabelos em casa acontecem porque as pessoas simplesmente não leem as orientações na caixinha.

7. Faça a preparação certa dos fios

Antes de pintar os cabelos em casa, uma dica importante é ficar, pelo menos, 24 horas sem lavar os fios. Isso porque a oleosidade natural ajuda a proteger o couro cabeludo durante a tintura.

Porém, não deixe os fios muito sujos, porque isso também pode influenciar no resultado, impedindo que a cor seja absorvida corretamente ou por igual.

Essa regra, contudo, vale apenas para as colorações, já que os tonalizantes funcionam melhor em cabelos limpos.

8- Divida o cabelo e aplique corretamente

Para evitar ficar com os cabelos manchados, dividi-los corretamente é essencial. Divida o cabelo em 4 partes com uma risca da testa até a nuca e outra de orelha a orelha.

No caso de cabelos longos, uma dica é aplicar um pouquinho de condicionador nas pontas. Como elas são mais porosas, costumam absorver mais tinta e ficam mais escuras que o restante do cabelo.

Aplique a tinta usando um pincel de cerdas curtas e comece o processo pela nuca, depois aplique nas laterais e por último no topo da cabeça. Na sequência, distribua toda a tinta pela raiz: primeiro para as laterais e depois para o topo da cabeça.

Deixe as têmporas e a parte da frente para o final. A não ser que você tenha fios brancos nessas áreas. Nesse caso, comece por eles.

Quando faltar cerca de 15 minutos para dar o tempo de retirar o produto, aplique o restante da tintura no comprimento e nas pontas. Isso evita que o cabelo fique manchado.

Se você quiser “esfumar” a raiz para não deixar um ar muito artificial, use uma toalha úmida e limpe os fiozinhos da testa, ao redor do rosto e do pescoço.

9. Siga o tempo indicado

É muito importante ficar com a tintura o tempo indicado pelo fabricante, nem mais, nem menos. Muitas pessoas acham que ficar com a tinta mais tempo fará os fios clarearem ou escurecerem mais, e isso não é verdade, podendo influenciar negativamente no resultado.

Retirar a tinta antes da hora também pode ser desastroso. Os tons de castanho, por exemplo, podem ficar avermelhados e os tons de loiro se tornam alaranjados.

10. Hidrate

Por último, não se esqueça de caprichar na hidratação depois de enxaguar a tintura, usando uma máscara mais potente também nos dias que seguem a pintura. Aliás, logo após pintar os cabelos em casa, não use água quente para enxaguar e nem seque com o secador. Pois o calor pode favorecer o desbotamento.

11. Use o kit Fashion Color da Yamá

Se quiser um resultado ainda mais profissional, a dica é investir em excelentes produtos, como kit Fashion Color da Yamá.

A fórmula exclusiva conta com LumiCristal BioRepair, que ajuda a reparar os fios e ainda a intensificar o brilho, graças à presença de cisteína bio-funcionalizada, aminoácidos vegetais e fito-nutrientes.

Essas substâncias revestem o fio capilar, formando uma espécie de filme protetor, que ajuda a deixá-lo mais forte e condicionado. Além disso, o kit Fashion Color conta na sua composição com cristais ultra finos de turmalina, capazes de aumentar o brilho e de fixar melhor a cor.

Depois de ver todas essas dicas, ficou mais fácil pintar os cabelos em casa? Se você gostou de conhecer sobre o kit Fashion Color, acesse o nosso site e encontre a tonalidade certa para você!


Compartilhe: